Aviação agrícola terá destaque no Showtec 2019

Evento será realizado em Maracaju de 16 a 18 de janeiro

A aviação é considerada uma ferramenta essencial para as lavouras do Brasil, principalmente em culturas como soja, milho, arroz, algodão, no plantio de pastagens, no trato de florestas, entre outros. Para que o público conheça os benefícios desta tecnologia para a agricultura e pecuária, o Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag) estará presente no Showtec 2019, com a empresa Nórdica Aviação Agrícola, que estará apresentando uma aeronave e seus equipamentos. Além disso, o Sindag propiciará aos visitantes um passeio virtual dentro de uma operação aeroagrícola, por meio do projeto Aviação Agrícola 360º.

O público poderá ver de perto como funciona a aviação nas lavouras, em operações de semeadura, aplicação de fertilizantes e pulverização de defensivos, bem como o seu uso no combate a incêndios florestais ou em áreas de plantações. "Será exposta uma aeronave, onde poderemos apresentar ao público as ferramentas aéreas e como elas funcionam na prática. A ideia é mostrar sua precisão, rentabilidade, eficiência e segurança operacional. Falaremos da responsabilidade ambiental agregada aos nossos produtos. Uma equipe técnica especializada irá orientar os visitantes do nosso espaço na feira", destaca o diretor executivo da Nórdica Aviação Agrícola, Jeferson Costa.

Já o diretor executivo do Sindag, Gabriel Colle, explica que o projeto Aviação Agrícola 360º será a oportunidade para todos entrarem em uma operação aeroagrícola por meio de óculos de realidade virtual. Assim, será possível acompanhar todos os passos, desde o briefing do voo, com a indicação da área a ser tratada, a preparação do avião e o voo sobre a lavoura.

Apesar dos produtos aplicados por avião serem usados também por meios terrestres, a aviação é a única ferramenta no trato de lavouras com regulamentação específica. Suas vantagens em campo estão na alta tecnologia embarcada, e de fatores como a velocidade, precisão, capacidade de operar em qualquer condição e terreno, não sendo influenciada por períodos de chuva, por exemplo. "Outro benefício é que, com o uso do avião, não há contato da roda com a lavoura, evitando amassamento e compactação do solo. Consequentemente, não há riscos de levar patógenos de um ponto a outro no campo, garantindo maior produtividade", comenta Gabriel.

Além das explicações e demonstrações aos visitantes, o primeiro dia do evento terá uma edição do projeto Sindag na Estrada. A iniciativa abrange uma série de encontros itinerantes que o sindicato promove em todo o País para apresentar o trabalho realizado pela entidade e discutir demandas e cenários do mercado aeroagrícola com associados, pilotos e outros profissionais ligados ao setor. Haverá, ainda, palestra sobre o futuro da aviação agrícola no Brasil e Tecnologia da Aviação.

Na edição que será realizada no Showtec, o destaque será o trabalho feito pelo Sistema de Documentação da Aviação Agrícola (Sisvag), com palestras da coordenadora da ferramenta, Cléria Mossmann, e do agrônomo Agadir Jhonatan Mossmann. "Trata-se de uma ferramenta lançada este ano pelo Sindag, pela qual os operadores aeroagrícolas conseguem acessar os checklists de licenças e registros exigidos por todos os órgãos federais e em cada Estado, para funcionamento das empresas aeroagrícolas", comenta Cléria.

Dados - Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o Brasil tem a segunda maior frota aeroagrícola do mundo, atrás apenas dos EUA, com mais de 2,1 mil aeronaves. No ranking dos Estados, o Mato Grosso do Sul está em sexto (atrás do RS, MT, SP, GO e PR), com 114 aeronaves. Entre operadores, o MS tem 25 empresas aeroagrícolas (que prestam serviços terceirizados a produtores rurais) e 17 operadores privados (produtores rurais ou cooperativas que têm seus próprios aviões).

Sobre o Showtec

O Showtec é uma feira anual onde são apresentados produtos e serviços ligados ao setor agropecuário, lançamentos, inovações tecnológicas, sistemas de produção, palestras técnicas e resultados de pesquisas que contribuem para a sustentabilidade do segmento. A feira é destinada aos produtores e empreendedores rurais, técnicos agrícolas, acadêmicos, entre outros, e leva informações de forma direta e aplicável.

O evento é realizado pela Fundação MS e promovido pelo Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), Sistema OCB/MS (Organização das Cooperativas Brasileiras) e Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul), contando com patrocínio do Senar/MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e Sicredi. O Showtec conta, ainda, com o apoio da Prefeitura Municipal de Maracaju, Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Semagro, Fundems, Banco do Brasil, Federação Brasileira de Plantio Direto e Irrigação (Febrapdp),Embrapa, Safras e Mercado, Rede ILPF, Agrisus, BioSul e Camiseta feita de pet. Como mídia oficial, conta com o Canal do Boi.

Envie seu Comentário